Aster e VG pedem respeito

 Novidades
  • ACOMPANHE AS NOVIDADES TAMBÉM PELAS NOSSAS REDES SOCIAIS!

As equipes chinesas, Team Aster e Vici Gaming, pedem para a Valve que tome providencias contra jogadores e equipes por comentários racistas.

Recentemente, houveram dois incidentes relacionados ao racismo contra os jogadores chineses: a declaração do jogador da Complexity Gaming, Rolen Andrei Gabriel “Skemberlu” Ong, durante a Dream League S10 Minor:

O jogador Skemberlu (Bloodseeker) enviando a mensagem no chat antes do inicio da partida.

E o jogador da TNC Predator, Carlo “Kuku” Palad, também enviando a mensagem no chat durante um pub:

Muitos os condenaram por isso, mas não houve qualquer resposta da Valve.

Nos próximos torneios, a Team Aster vai se manisfestar através da campanha #RESPECT que é usada na UEFA, todos os nossos jogadores vão adicionar a tag aos seus apelidos.

E devemos manter até que jogadores de todo o mundo percebam a importância desse problema e que incidentes similares a este não ocorram mais.”

Afirmou a Aster em seu comunicado.

Já a VG foi um pouco mais dura sobre o caso:

“Juventude e ignorância não são desculpa para justificar estes erros. Se a Valve continuar com esse “tratamento frio”, apenas tornará este grupo de pessoas cada vez mais arrogante.

Espero que eles enfrentem este incidente e nos dê uma resposta oficial para manter o ambiente competitivo em casa e no exterior.”

Afirmou a Vici Gaming em seu comunicado.


Acompanhe as notícias mais importantes do cenário competitivo de Dota 2 com o Last Hit

Pular para a barra de ferramentas