Dendi pretende fundar sua própria organização

 Novidades
  • ACOMPANHE AS NOVIDADES TAMBÉM PELAS NOSSAS REDES SOCIAIS!

Vem aí uma nova OG?

Durante o International 9, Danil “Dendi” Ishutin, deu uma ótima entrevista para Yana “b2ru” Khimchenko. Nela, ele fala sobre sua passagem pela Ásia, discutiu a necessidade de mudanças na Na`Vi e Virtus Pro e o mais importante, anunciou a criação da sua própria organização.

Eu pretendo criar minha equipe e organização e tentar desenvolvê-la. Estou confiante em minhas habilidades, adquiri conhecimento e não quero que as pessoas me usem de forma alguma se for para outra equipe, e na minha organização, eu sou o chefe. Eu tenho uma visão própria e específica sobre o processo de criação, sua preparação e estou muito confiante nela…

…pelo fato dos últimos três anos não terem sido bem-sucedidos em termos de resultados e eu já ter 29 anos, as pessoas me olham e pensam: “Ele já está ultrapassado, a reação piorou, ele não ganha nada há muito tempo – por que jogar com ele? ”

Por consequência, é muito difícil conseguir jogadores fortes na minha equipe e convencê-los de que sou sério, pronto para trabalhar e que  tenho conhecimento. Eu tenho a escolha: montar uma equipe mais fraca e tentar crescer com ela, o que nem sempre funciona, ou esperar. Tenho confiança que mesmo que colecione algo diferente do tier 1, ainda posso garantir que cresçamos como equipe e mostre resultado. Tenho certeza que vai funcionar.”

Parece que Dendi não só deve seguir os passos do seus velhos companheiros de Na’Vi, Clement “Puppey” Ivanov e Kuro “KuroKy” Takhasomi, como ouviu o conselho de um deles e disse que esta pronto para mudar o posição em prol de sua nova equipe.

“Não estou apegado a uma posição, depende de quais jogadores encontrarei. Dependendo disso, posso mudar para outra função, embora prefira o Mid,  estou pronto para jogar em qualquer posição, exceto Carry, acho que Carry não será tão difícil de encontrar.”

Dendi representou a Natus Vincere do final de 2010 a agosto de 2018. Com a equipe, ele venceu o primeiro The International e chegou à final do TI mais duas vezes. Após o International 2018, ele foi transferido para a reserva. Um ano depois, ele pediu para rescindir seu contrato e deixou a organização.

Na temporada 2018/2019, Dendi atuou na Vega Squadron e Team Secret e também representou a Tigers. A equipe do Sudeste Asiático não se classificou para nenhum campeonato importante. Na qualificatória para o TI9, chegou por duas vezes nas oitavas-de-final na fase aberta, mas não conseguiu chegar ao regional fechado.

Você pode conferir abaixo a entrevista completa legendada em inglês.


Acompanhe as notícias mais importantes do cenário competitivo de Dota 2 com o Last Hit

Pular para a barra de ferramentas