Zai de volta?

 Novidades
  • ACOMPANHE AS NOVIDADES TAMBÉM PELAS NOSSAS REDES SOCIAIS!

E para os fãs do jogador a noticia é excelente, sim!, ele retorna ao competitivo jogando pela Kaipi. O anuncio foi feito na tarde desta segunda feira (23), pelo manager da organização, Joe Eastham:

No dia 9 de Março, aconteceu as qualificatórias abertas da EPICENTER Moscow, e o jovem talento, Ludwig “zai” Wåhlberg, participou da competição defendendo a bandeira da No Diggity, gerando um furor entre os fãs. que já criavam expectativas do seu retorno.

Mas durante uma entrevista para a DailyDot, pouco tempo depois, o jogador sueco afirmou que não tinha planos de jogar pela No Diggity, ou qualquer outra equipe profissional até o final da temporada. O que era uma pena, já que ele mostrou durante aquelas qualificatórias, que sua habilidade continuava afiada.

Ele ainda explicou na época, que não havia como participar das qualificatórias para a Major Manila, porque a data das disputas finais, ia coincidir com a época de exames finais na escola. E eis que os exames chegaram ao fim, e o jovem talento está pronto para voltar.

A Evil Geniuses ainda não se pronunciou se ele ainda faz parte do plantel, muito provável que sim, só não pretendem fazer mudanças na equipe neste momento, e o jogador talvez faça seu retorno para o The International 6 ou depois.

Por enquanto, o jogador fica na Kaipi, o que é um reforço considerável para esta equipe que joga a partir de agora com a seguinte formação;

  • Pittner “bOne7” Armand
  • WehSing “SingSing” Yuen
  • Alaan “SexyBamboe” Faraj
  • Ludwig “zai” Wåhlberg
  • Alexandru “ComeWithMe” Craciunescu

Um pouco sobre Ludwig “zai” Wåhlberg

TI_Zai_LastHit

Ex-jogador de Heroes of Newerth, sendo um dos mais jovens profissionais, jogou ao lado de grandes lendas e outros jogadores conhecidos, como Maurice “KheZu” Gutmann, Aydin ‘iNsania‘ Sarkohi e Linus “Limmp” Blomdin. Até que em 2013, junto com seu amigo, Peter “ppd” Dager, decidiu migrar para o Dota 2. Após uma série de contratempos, e diversos times, se destacou na extinta NEL, liga in-house onde se estabeleceu na elite da liga, entre os primeiros do rank. No inicio de 2014 participou da formação da S A D B O Y S, equipe que ganhou destaque e logo em seguida foram contratados pela Evil Geniuses, onde ele mostrou todo o seu potencial.

Em sua recente história, jogou por uma poderosa Team Secret, onde conquistou títulos, e logo após o The International 5, anunciou que daria um tempo no Dota 2 para se dedicar aos estudos.  Ao longo dos sete torneios mais importantes da sua curta carreira profissional, incluindo duas The Summit (a primeira e terceira temporada) e ESL One Frankfurt 2015, o jovem tem a maior taxa de vitória do Dota profissional.

Pular para a barra de ferramentas